...

quinta-feira, 26 de agosto de 2010



Kami: Deus, em Japonês


OS OLHOS

Sem dizer que são a destruição do mundo,
ou dois cestos cheios de nada.

São sempre uma casa, atrás do horizonte,
e muito maior do que a noite.

Mas sem a porta
pinto-a, com o vento cego;
sem palavras.


Yao Jingming

2 comentários:

Anônimo disse...

Bom

Anônimo disse...

bom